ATENÇÃO: TEMPLATE EM REFORMA!!!
.

20 de jan de 2011

Alerta: Esmaltes podem transmitir Hepatite C!

Olá, hoje vim trazer para vocês uma notícia muito importante, com uma participação suuuper especial da Flavia Mattos, técnica em unhas, do blog Arte e Unhas, diretamente do Rio de Janeiro para vocês (cliquem no link para conferir o post original).
E prestem muita atenção ao recado dela heim!



Se vocês ficaram assustadas com o título da postagem, preparem-se para ler todo esse post. E girls, infelizmente a noticia é verdadeira sim! E pasmem, muito mais séria do que imaginamos....

No Brasil existem cerca de 2 milhões de pessoas infectadas pelo vírus da hepatite C, transmitido principalmente pelo sangue contaminado. Por isso, é preciso estar atenta à esterilização dos alicates e espatulas utilizados pelas profissionais, já que com um simples descuido, os instrumentos podem causar cortes e sangramentos, o que chamamos profissionalmente de "cutilada" e todos conhecem como "bife". Alicates de cutícula, cortadores de unha, espátulas e palitos de metal, devem ficar de uma a duas horas em estufas ou autoclaves. Ja as lixas e palitos de madeira (bastões) devem ser descartados após o uso.


Para as manicures e clientes de plantão dos salões de beleza, vale a dica: A higienização adequada de todos os objetos e a esterilização de alicates e espátulas (a cada vez em que forem utilizados) cooperam para evitar contaminações e devem ser exigidas pelos clientes.

Mais um fato! Ao freqüentar o salão de beleza semanalmente para fazer as unhas dos pés ou das mãos, muitas mulheres não sabem que o vírus da hepatite C pode se manter vivo por até quinze dias dentro de um frasco de esmalte, por exemplo. E com a onda de esmaltes e o troca-troca de cores que invadem os salões atualmente, muitas mulheres não se atentam para o fato.


Verdade! O vírus da Hepatite C permanece vivo por 7 dias no sangue seco e até meio mês dentro do esmalte de unhas. Como? Vou te explicar:
- Ao retirar a cutícula se houver algum ferimento que chamamos de cutilada (bife), acontece o sangramento e ao passar o pincel do esmalte sobre a cutícula e a unha, contamina-se o pincel com o sangue que ao ser levado pra dentro do frasco de esmalte, armazena ali por até 15 dias o virus.

Dica: Compartilhar esmaltes de quem você não conhece pode ser perigoso sim! Fique atenta ;)


 Informações sobre a doença:

Na maioria dos casos a doença não apresenta sintomas, e quando estes ocorrem, podem ser bastante sutis (como uma simples diarreia, enjoo ou vômito). Se notar que seus olhos estão amarelados e a urina escura, procure um médico. Quanto antes for diagnosticada a doença, maiores serão as chances de recuperação. 

Transmissão: no tipo C, o perigo está no sangue. O vírus é transmitido por alicates, agulhas e outros instrumentos cortantes infectados. 


Sintomas: na maioria dos casos não existem sintomas. Quando eles surgem, são os mesmos da Hepatite A.

Diagnóstico: via exame de sangue específico.

Tratamento: não há vacina, mas as drogas existentes curam oito de cada dez pacientes crônicos. O tratamento é feito com remédios que fortalecem o sistema imunológico e ajudam a combater a inflamação crônica no fígado.

Importante: as vítimas da Hepatite C devem eliminar bebidas alcoólicas para sempre: os portadores têm três vezes mais chance de contrair cirrose hepática do que os não-contaminados.

Cuide-se!
Flávia Mattos
Técnica em unhas

>>> Gente, fiquei tão pasma com essa notícia que pedi permissão para a Flávia para "repostar" aqui, porquê acho que acima de tudo está a divulgação de uma informação tão importante.
Inclusive estou preparando um outro post com maiores informações sobre as formas de contaminação da Hepatite C, pois muitas delas incluem bijouterias e makes, coisa que nós detestamos, não é mesmo?








13 comentários:

Veronica Gregório disse...

Ótimo post!!
Eu sabia desse problema, mas não custa reforçar!!

Beijos

Vikamila disse...

PArabéns pelo post!
Sempre desconfiei sobre alicates, mas esmaltes é novo pra mim!
Agora levarei comigo o meu kit-salva-saúde-e lindas unhas ahahhahahah (alicate, esmalte, base fortalecedora, e top coat).

Bjuuuuuuuuuuuuuu <3

Flávia Paulino disse...

alicates... espatulas .. sempre soube ... ai pouco tempo atras ... soube das lixas ... mas oh duvido .. eu nunca ouvi dizer q no salao jogam fora lixas e palitos (onde ceis vao .. eles jogam fora ??? )

agora o esmalte é realmente algo novo .. mas se a gente pensar mesmo é total COM RAZAO ...

mas se pensar tb ... existia mitos tb de outras doencas com coisas nada a ver ...

procurei no link da postagem mas nao tem fonte...

de qq jeito eu acho muito mais higienico mesmo .. vc nao usar coisados outros NADA .

mas a gente tem q pensar se algo com todas as substancias do esmalte nao ´matariam´ o virus ..
bom de qq forma como disse .. rs.. responsabilidade e higiene ... levem suas coisas né =D

e eu ja sai compartilhando este link em todos lugares ... sempre é bom informar esse tipo de ocisas ne ..

bjoks Wal

Unha de Hoje disse...

Quem diria que uma coisinha tão linda como esmaltes pode causar um problema tão grave né!
Vi seu blog no blog da Sancion Angel e resolvi dar uma olhadinha
estou seguindo
beijos

www.unhadehoje.blogspot.com

Laranja Atômica disse...

CHOQUEI!!!!!

SELINHO PRA VC NO MEU BLOG!
http://tecladolaranja.blogspot.com/2011/02/mais-um-selinho-de-qualidade.html

Isabel Fuchs disse...

Jesus, tô passada, será que acontece a mesma coisa com Aids? ainda bem que não faço as unhas no salão.

Esmaltônica disse...

É por isso que faço as unhas em casa!


Tem sorteio la no blog, os 3 craquelados da Big Universo pra uma só sortuda!
http://t.co/1gJDheH

Frescurinhas de Madame disse...

Amei o blogg, o nome tb é showw!!já estou seguindo, aproveito a oportunidade para te convidar a dar uma passada na loja virtual do Blog www.frescurinhasdemadame.com.br bjos milll te espero lá no blog tb.Sucessoooooo pra vc!!

Flávia Paulino disse...

to adorando esse lay novo aki =D

Oficina de idéias disse...

Eu quero saber a fonte de estudos que comprovaram essa tese de que o esmalte possa manter o virus vivo por meio mes. Não tenho conhecimento disso.

Eda disse...

Nenhum microrganismo sobrevive às substâncias químicas contidas nos esmaltes.Isso é um fato incontestável. Antes de disseminar bobagens via net e assustar as pessoas com elas, sugiro que leiam e se informem corretamente em sites confiáveis, como os da Sociedade Brasileira de Hepatologia e blogs médicos.

stheferson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
stheferson disse...

de onde foi retiradas essa informações? pesquisa ou artigo cientifico ??

Postar um comentário

www.coresdapraia.blogspot.com. Tecnologia do Blogger.
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger